Mês: outubro 2016

Doces ou travessuras? Quando o medo nos impede de aproveitar as delícias da vida!

een-medo-lysis-psicologia
Doces ou travessuras?

Assim como toda cultura antiga o Halloween é repleto de símbolos, mistérios e muitos significados. Acredito que nesse memento você pode estar pensando, mas qual a relação da Psicologia com o Halloween, não e mesmo? Rs. Com a aproximação do dia 31 de Outubro é comum encontrarmos com facilidades diversos objetos com símbolos de caveiras, bruxas, velas, abóboras, morcegos entre outros que se tornaram representativos do Halloween.

Carl Gustav Jung dedicou parte de suas obras a estudar os símbolos dos sonhos, da arte, dos mitos e suas consequências psíquicas na vida cotidiana. Os símbolos do Halloween apesar de terem seus significados vinculados à cultura celta pagã podem também serem associados com estruturas da personalidade humana.

Como já mencionado no texto “Ei sombra é você”, todos nós temos conteúdos que permanecem na escuridão, que não valorizamos e não aceitamos em nós mesmos. Desta forma, a vela presente na decoração do Halloween pode representar de forma simbólica a necessidade que temos de nos afastar daquilo que nos amedronta e do que nos ameaça. Acender a vela é negar a necessidade de enfrentamento da escuridão.

(mais…)

Compartilhar

O que te impede de ser livre? Uma reflexão sobre aprisionamento e liberdade!



Liberdade
Seja refém do que te faz bem..

Temos total responsabilidade por aquilo que sentimos e por aquilo que somos, sendo assim, podemos compreender a liberdade como algo incondicional. Para Sartre, somos todos condenados a ser livre. Condenado porque não se criou a si próprio, e no entanto, livre, porque uma vez lançado ao mundo, nos tornamos responsáveis por tudo que fizemos.

É preciso muita maturidade para se alcançar a liberdade. Apenas quando estivermos consciente do que sentimos, do que queremos e do que não desejamos sentir, é que seremos protagonista da nossa própria história. Desta forma, é preciso ir em busca da nossa liberdade emocional. Seja refém apenas do que te liberta e a vida te proporcionará mais leveza em seu caminhar!

Com a animação a seguir, podemos refletir sobre a liberdade e tudo o que ela envolve, inclusive a escolha de estar aprisionado ao que não nos proporciona bem estar.

O que te aprisiona ? O que te impede e voar? Vamos refletir sobre isso?

Sinopse da Animação

Jaulito é uma animação espanhola lançada em 2008. Foi selecionada entre as finalistas do concurso de melhor curta-metragem de animação da Espanha no Artfutura de 2009. É dirigido por Javier de la Torre. Jaulito nasceu trancado em uma gaiola. Um dia ele consegue escapar com ajuda de um corvo, mas jamais imaginou que a gaiola que tirava sua liberdade, era a mesma que lhe ajudava a viver.


Quer receber mais posts como esse? Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as novidades do Blog!
Vou lhe comunicar por e-mail sempre que houver algo novo!
Politica de segurança de e-mail, 100% protegido contra SPAM

Compartilhar

Falando sobre sentimentos. Fugir é mesmo a melhor solução? Descubra!


Sentimentos
Fugir do que se sente é a solução?

Às vezes os sentimentos transbordam com tanta intensidade que não sabemos o que fazer com eles, então é comum sentirmos o desejo de fugir ou de negar o que está nos fazendo entristecer.

Somos influenciados a negar sentimentos como a tristeza, a insegurança, o medo, a carência exaltando a felicidade e a alegria. Mas como enfatiza Carl Gustav Jung, “A felicidade perderia seu significado se não fosse equilibrado pela tristeza”

Para melhor compreensão, vamos exemplificar brincando de quem nunca? rs

(Quem nunca 1 rs) após o término de um relacionamento desejou mudar de planeta para não entrar em contato com lugares, pessoas ou situações que fazem  referência ao ser que um dia jurou amor eterno e depois  simplesmente o abandonou?

Ou aquela vontade de desaparecer do mapa para não ser cobrado por situações que não foi possível resolucionar  no prazo? (Quem nunca 2 rs)

Ou ainda sair com os amigos para beber com o objetivo único e exclusivo de esquecer os problemas, e ao acordar com ressaca ter o desejo de fugir em dobro após visualizar mensagens e fotos da noite passada em um grupo aleatório do WhatsApp? (Quem nunca 3 rs)

(mais…)

Compartilhar

5 sinais de fracasso ao buscar um relacionamento amoroso saudável.

Relacionamento

1- Se você está em busca de um relacionamento amoroso, pare de procurar nesse exato momento!

Talvez o primeiro grande erro é utilizar toda a energia para a busca de um candidato (a) perfeito (a) e esquecer de vivenciar as surpresas que a vida tem a oferecer. Algumas pessoas estão tão focadas em conseguir encaixar pessoas em suas necessidades existenciais, que percebem a presença de um parceiro (a) como solução utópica para todos os problemas da vida.

2- Necessidade de um relacionamento por medo da solidão.

Algumas pessoas necessitam estar o tempo todo em relacionamentos, mesmo quando essas relações são abusivas. Isso acontece pelo simples medo de estar só. Quando a solidão é o único objetivo para ir em busca de um relacionamento, há grande probabilidade de frustrações e decepções, pois nosso vazio só se preenche com uma alta dosagem de nós mesmos.

É preciso saborear as delícias e dificuldades de ser feliz sozinha(o), para quando houver uma pessoa em sua vida, seja para ocupar um espaço de complementação e não de necessidade vital.

3- Ser invadida (o) e não resistir a necessidade de  um “Vale a pena ver de novo” rs

Se você já esteve em relacionamentos que por algum motivo ocorreu o término, será que vale a pena resgatar essa história? Todo caso há uma exceção, mas para que essa relação tenha um caminhar diferente é preciso que as pessoas envolvidas também queiram mudar o padrão de comportamento.

Mas você deve estar pensando, será que o tempo não é capaz de mudar tudo? Afinal o tempo que vocês ficaram separados pode ter proporcionados novos aprendizados, não é mesmo?

O tempo pode trazer mudanças positivas, mas para que isso aconteça a pessoa precisa dar sentido à necessidade de mudança, logo ela precisa mudar por acreditar que vai fazer bem a própria vida e não apenas para te agradar.

(mais…)

Compartilhar

Ei sombra é você?

Sombra
Ei Sombra é você?

A reportagem a seguir faz referência ao sentimento de irritabilidade nas relações, “Quem te irrita, te domina”…

Mas ao ler o meu detector de sombra apitou rs … O que isso significa?

Carl Gustav Jung enfatiza que todos nós contemos duas partes importantes, a Persona e a Sombra.

Persona é a forma com que queremos que os outros nos percebam, por exemplo, uma excelente profissional, uma ótima amiga, uma pessoa esforçada,ou seja, todas as particularidades que nos favorecem socialmente.

Já a sombra, haaa a sombra …

É tudo aquilo que não aceitamos nos outros, o que repudiamos e o que queremos nos afastar para não ser afetado.

(mais…)

Compartilhar